“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Utopia

2 comentários

A maior miséria do Homem é perder a capacidade de sonhar.

Quando caminharmos, ou alienados ou cépticos e amargos pelo mundo, aí sim, estaremos vencidos.

Dou por mim, muitas vezes, a ter de resgatar essa ideia tal é a amargura que me assola quando ouço as notícias.

Esqueço-me de que é a utopia, essa que sempre nos fugirá, a responsável por nos fazer avançar e reavivar o fogo humano.

A solução passa por treinar o olhar para vermos alternativas e, assim, abrirmos janelas na nossa vida .

Uma forma de treinar o olhar e de recuperar a esperança é através da arte: a sublimação do humano.

Ouvir Eduardo Galeano tem o mesmo efeito.

“Sou um apaixonado pela realidade, mas creio que a a realidade não é só real nas horas em que se está acordado, mas a realidade também é real quando se sonha; também o sonho é parte da realidade. E, nesse sentido, acredito que quando alguém escreve para resgatar as vozes não escutadas e tudo o que não é visível, mas está vivo, anuncia outro mundo possível. Resgatar isso é como um ato de transmissão de energia, de energia de beleza, de energia de amor, de energia solidária e também de energia de denúncia de combate.

Se há outro mundo possível, esse mundo possível está dentro da barriga deste, e temos de ajudá-lo a que nasça. Esse parto não vai ser fácil e para isso a energia da indignação é fundamental. [Temos de começar por] Não aceitar a realidade como a única realidade possível porque cada realidade contém muitas outras dentro dela.

É como se o mundo estivesse grávido de outros pequenos mundos bastante melhores do que este. Há que ajudá-los a que nasçam.”

Para que serve a utopia?

“Para reflorestar os desertos do mundo e os desertos da alma!”

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

2 thoughts on “Utopia

  1. Escreves tão bem!Quem me dera saber expressar-me assim… ( não só em relação a este post em particular mas a todos)
    Às vezes venho aqui e acho tão bonito e interessante o que escreves e partilhas e depois quero comentar e não consigo expressar-me e não escrevo nada. E tenho pena porque gostava de ter uma sensibilidade/ inteligência/cultura geral/ capacidade de me exprimir semelhante à tua para podermos trocar ideias mas não tenho…
    Resolução de ano novo: ler mais, ver mais exposições … e cenas …
    Beijinhos

    • Olá, Dulce:
      Obrigada pelas palavras!
      Não as mereço.
      Como tu, também sou sensível à beleza e ando sempre à procura de quem sabe expressar-se.
      As minhas resoluções coincidem com as tuas, até a parte da cenas 🙂
      Dulce, o espaço dos comentários quer-se descontraído, portanto, és sempre bem-vinda!
      Votos de um 2019 muito feliz!
      Beijinhos,
      Ana

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s