“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Aerolivro

2 comentários

A memória nunca foi o meu trunfo.

Nunca recitei poemas de cor, nem mesmo depois de lê-los cinquenta vezes.

O único aspecto positivo dessa minha incapacidade é que de todas as vezes que leio um poema de que gosto, descubro uma palavra fascinante ou uma imagem de que me tinha esquecido.

Hoje, lamentei esta minha incapacidade.

Queria tanto decorar estes vinte e dois minutos da exposição do escritor valter hugo mãe. Ouvi-o repetidas vezes e queria fixar cada ideia e cada formulação frásica.

Gosto de ler vhm, mas neste momento gosto até mais de ouvi-lo.

“A sobrevivência não é teórica, é a coisa prática [mas] o que nos assegura a humanidade é a Fernanda Montenegro, a Elza Soares, é o Chico Buarque, é o Caetano Veloso, é o Raduan Nassar, é o Guimarães Rosa, é o Machado de Assis; são estas pessoas que nos conferem e nos auscultam na amplitude humana.”

“Infelizmente, parece que o lirismo e sobretudo a delicadeza são valores obsoletos, mas para mim eles compõem exactamente o que justifica a humanidade ou compõem aquilo que pode caracterizar a humanidade.

Para mim, a construção humana é uma fuga ao grotesco; é um caminho para longe do grotesco e inclusive é até um caminho que opera na nossa condição animal mas que de alguma forma pretende fazer uma redenção [desse lado] animal.

A gentileza, a delicadeza, a sensibilidade, o conhecimento, a aprendizagem possível, todo o exercício de benignidade são o que justifica o projecto humano.”

O escritor leu também um excerto que enriqueceria a minha vida e tornar-me-ia mais feliz, se estivesse disponível para consulta na minha cabeça:

“As bibliotecas deviam ser declaradas da família dos aeroportos, porque são lugares de partir e de chegar.   Os livros são parentes directos dos aviões, dos tapetes-voadores ou dos pássaros. Os livros são da família das nuvens e, como elas, sabem tornar-se invisíveis enquanto pairam, como se entrassem dentro do próprio ar, a ver o que existe para depois do que não se vê.    O leitor entra com o livro para o depois do que não se vê. O leitor muda para o outro lado do mundo ou para outro mundo, do avesso da realidade até ao avesso do tempo. Fora de tudo, fora da biblioteca. As bibliotecas não se importam que os leitores se sintam fora das bibliotecas.   Os livros são também toupeiras ou minhocas, troncos caídos, maduros de uma longevidade inteira, os livros escutam e falam ininterruptamente. São estações do ano, dos anos todos, desde o princípio do mundo e já do fim do mundo. Os livros esticam e tapam furos na cabeça. […]

As bibliotecas só aparentemente são casas sossegadas. O sossego das bibliotecas é a ingenuidade dos ignorantes e dos incautos. Porque elas são como festas ou batalhas contínuas e soam canções ou trombetas a cada instante. E há invariavelmente quem discuta com fervor o futuro, quem exija o futuro e seja destemido, merecedor da nossa confiança e da nossa fé.   Adianta pouco manter os livros de capas fechadas. Eles têm memória absoluta. Vão saber esperar até que alguém os abra. Até que alguém se encoraje, esfaime, amadureça, reclame o direito de seguir maior viagem.

Todos os livros são infinitos. Começam no texto e estendem-se pela imaginação. Por isso é que os textos são mais do que gigantescos, são absurdos de um tamanho que nem dá para calcular. Mesmo os contos, de pequenos não têm nada. Se os soubermos entender, crescemos também, até nos tornarmos monumentais pessoas. Edifícios humanos de profundo esplendor.   Devemos sempre lembrar que ler é esperar por melhor.” 

valter hugo mãein Contos de cães e maus lobos   

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

2 thoughts on “Aerolivro

  1. São textos desse tipo que me fazem lembrar que a vida é boa e sim, há muita gente especial …

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s