“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Há Bibliotecas no Céu

2 comentários

Talvez Adília Lopes tenha razão e no Céu haja bibliotecas.

É uma ideia reconfortante.

“Não gosto tanto”

A carne é triste, sim, e eu li todos os livros.
Mallarmé

Não gosto tanto
de livros
como Mallarmé
parece que gostava
eu não sou um livro
e quando me dizem
gosto muito de seus livros
gostava de poder dizer
como o poeta Cesariny
olha
eu gostava
é que tu gostasses de mim
os livros não são feitos
de carne e osso
e quando tenho
vontade de chorar
abrir um livro
não me chega
preciso de um abraço
mas graças a Deus
o mundo não é um livro
e o acaso não existe
no entanto gosto muito
de livros
e acredito na Ressurreição
dos livros
e acredito que no Céu
haja bibliotecas
e se possa ler e escrever.

Adília Lopes, De Florbela Espanca espanca (1999)

[Adília Lopes, pseudónimo literário de Maria José da Silva Viana Fidalgo de Oliveira, nasceu em Lisboa, em 1960]

A imagem animada é da artista japonesa Maori Sakai.

Encontrei-a no meu site de eleição, IGNANT.

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

2 thoughts on “Há Bibliotecas no Céu

  1. Um poema que nos dá esperança, Rebeca!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s