“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Como um oceano

2 comentários

Artur Cruzeiro Seixas é o último surrealista português.

Com 99 anos, continua incrivelmente lúcido e consciente da realidade desta nossa história de sermos humanos. No programa Nada será como Dante, diz-nos que, no final, só o Amor e a Poesia poderão salvar-nos. Bem, revela-se muito consciente do real para um surrealista; correcção – revela-se muito consciente do real para um ser humano.

Neste vídeo, tem 96 anos;

neste, entrevistado para o programa de Pedro Lamares e Filipa Leal, Nada será como Dante, tem 99.

Como um oceano

Tu és meu
pássaro do deserto
cinzento com mil portas
silenciosas e translúcidas.

Tu és meu
a todo o comprimento
do sol
e afogas-me como um oceano.

Artur do Cruzeiro Seixas, Perfecto E. Cuadrado, A Única Real Tradição Viva, Antologia da Poesia Surrealista Portuguesa

Gideon Rubin nasceu em 1973 em Israel. Vive em Londres e é fascinado por fotografias antigas: os seus quadros são recriações dessas fotografias que ele colecciona. Apesar de não desenhar rostos, acho os quadros absolutamente expressivos e sensuais!

Autor: Frasco de Memórias

http://frascodememorias.com

2 thoughts on “Como um oceano

  1. Não conhecia o artista e apreciei as pinceladas. Gosto imenso desse tipo de pintura e achei curioso ser representação das fotografias antigas que coleciona. Interessante.
    Bom domingo, cara mia.
    bacio

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s