Frasco de Memórias

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Bolo de cacau puro

2 comentários

A Beatriz autonomizou-se como pasteleira e eu sou uma cobaia cada vez mais feliz.

Este bolo de cacau é pouco elaborado e o resultado é garantido: é o bolo ideal para uma criança fazer quase sozinha.

A receita que se segue resulta da adaptação de uma receita velhinha da Avó Silvana que fazia muito sucesso nos almoços de família.

Ingredientes:

350g de farinha de trigo com fermento

300g de açúcar

2dl de óleo vegetal

150g de cacau puro (a Avó Silvana usava Suchard Express)

5 ovos médios

1 chávena de água quente para misturar no final

1- Batem-se os ovos com o açúcar, o óleo e o chocolate até a mistura estar homogénea.

2- Junta-se a farinha, mas sem bater em excesso.

3- Lentamente, acrescenta-se a água quente.

4- Coloca-se numa forma untada e vai a forno quente, 180ºC, durante 40 minutos.

Para nós a receita termina aqui, mas a Avó Silvana ainda colocava a seguinte calda bem quente por cima do bolo. De facto, faz a diferença entre um bolo bom e um bolo extraordinário, mas eu não me permito fazê-la.

Não consigo abstrair-me das calorias que sobrecarregam assim o bolo e que iriam sobrecarregar-me para sempre o sobrolho, no momento em que saltasse para cima da balança, …

Ingredientes para a calda:

1 colher de sopa de manteiga;

2 colheres de sopa de chocolate em pó;

6 colheres de sopa de açúcar;

6 colheres de sopa de leite

Dissolvem-se e fervem-se estes ingredientes, antes de colocar a gulosa calda por cima do bolo ainda quente.

Claro que, antes de saber como se fazia o famoso bolo de chocolate da Avó Silvana, procurava as partes humedecidas do bolo, para assim me deliciar.

Moral da história: há sobremesas que é preferível desconhecermos como se fazem, sob pena de não conseguirmos reproduzi-las com a mesma leveza.

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

2 thoughts on “Bolo de cacau puro

  1. Nossa, o cheiro de bolo na infância e maravilhoso. Não que hoje não seja. Mas, na infância era mágico. Noites de quinta e o aroma se espalhando pelos cômodos. O meu favorito era o de fubá. Mas se fazia de cacau. Hoje faço um mesclado que gosto imenso também. Mas, não sou a mínima para as calorias. Uma fatia de bolo e para me dar paz e calorias me aborrecem. Sempre tem alguém, que não eu, a fazer dietas estranhas por aqui. Bacio

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s