Frasco de Memórias

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Renascer

4 comentários

2020 constará dos livros de História.

Espero que escrevam que fomos resilientes, corajosos e solidários.

Neste lento e prudente desconfinamento, parece que já nem sei como vestir-me.

Sonhava com um Verão com aquele cheiro doce a dunas e saturado de cores solares.

Mas este Verão vai ser diferente.

Enquanto a Natureza rejubila com os dias mais longos, o sentimento geral dos humanos é de apreensão.

Por aqui, talvez venha a ser a roupa sóbria a vestir esta estação.

Pode ser que ainda vá a um cetim mais festivo, se entretanto o mood do universo mudar e o tal do “bicho” nos der uma trégua.

De outra forma, venha o algodão e o linho.

Ou venha um top assim de uma só manga, mas de outra cor que ficará a matar com qualquer saia de linho.

O básico vestido preto vai, certamente, passear a uma esplanada. De facto, para manter a minha estabilidade mental, faz-me muita falta a esplanada. Andei instável, durante estas semanas de toupeira.

Passo tranquilamente o dia em casa, se poder ir beber café e apanhar 10 minutos de sol.

As esplanadas, como são ao ar livre, parecem-me uma opção muito segura para apanhar ar entre horas de confinamento.

Havemos de celebrar, em breve, despidos de máscaras. Os modelitos já estão escolhidos e têm interferências de várias estações, para se adaptarem melhor ao momento em que finalmente o Covid 19 seja apenas uma triste memória da nossa história individual e colectiva.

Como não me apetece andar a passear pelas colecções de Verão, fui ao Pinterest. Desconfio que vou andar muito contida nos meus impulsos consumistas…

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

4 thoughts on “Renascer

  1. Ah, minha cara. Aqui caminhamos (o verbo que não sei mais conjugar) para o inverno. Dias curtos e frios e o que devemos ter pela frente. Estamos em um país tropical, portanto, não há como saber como será. mas, do jeito que a natureza está furiosa com o bicho homem e capaz de ser o mais agressivo por aqui e as vítimas serão muitos. Enfim, por aqui dizem que deus e brasileiro. Mas a natureza, com certeza, não é. Até porque se uma mãe protege seus filhos, depois dos últimos estragos feitos por aqui, vai ser complicado. Que o verão por aí seja gentil e que a retomada seja agradável. Bacio

    • Lunna, estamos a entrar na segunda fase de desconfinamento da quarentena. Devagar e com precauções.
      Este Verão adivinha-se muito tristonho!
      Estamos a viver estranhos dias…
      Votos de um Inverno sereno, Lunna! Imagino que não serão fáceis!
      Bacio!

  2. Por aqui, estamos entrando no inverno. Nossa, sinto até um nó no peito…Gosto tanto da leveza própria dos dias quentes, especialmente em tempos de confinamento! Beijo

    • Não será um Inverno fácil!
      O nosso foi muito duro, sim!
      Muita força, Helka!
      Vai passar, é a nossa única certeza!
      Hoje fui, pela primeira vez, após quase três meses de confinamento total, ao cabeleireiro e a uma esplanada comer um gelado!
      Que maravilha viver o que nós sempre tivemos por garantido e nem valorizávamos.
      Um grande abraço, Helka!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s