“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).


4 comentários

Bolo finto

No Alentejo, o bolo finto é um clássico.

Devo dizer que não aderi de imediato, porque a aldeia dos meus antepassados é uma aldeia de padeiras e o Bolo das Alhadas educou-me o paladar da infância.

O bolo finto tem um sabor intenso a erva-doce que não me agrada;

no entanto, eu só tinha provado bolo finto industrial.

Que sabia eu?

Não imaginam como é diferente do cozido em casa.

Quando a Ana nos desafiou para uma tarde no forno, nos planos também estava o bolo finto.

Bolo Finto

Ingredientes:

1,5 kg de farinha

500g massa de pão (receita já testada aqui)

1,5dl de leite

12g de canela

12g de erva-doce

1/2 cálice de aguardente

raspa de casca de 1 laranja

1,5dl de azeite

1 casca de limão

10 a 12 ovos (conforme o tamanho)

1-Coze-se a erva-doce num pouco de água, côa-se a água e guarda-se.

2-Ferve-se o azeite com a casca de limão.

3-Peneira-se a farinha para um alguidar e junta-se-lhe o pão em massa, o leite, a canela, o açúcar, a aguardente, a raspa da casca de laranja e vão-se amassando estes  ingredientes, primeiro com a água de cozer a erva-doce e depois com os ovos, juntando-os à medida que a massa os vai absorvendo.

4-Quando a massa fizer bolhas, polvilha-se com mais farinha, tapa-se com um cobertor e deixa-se levedar durante 24 horas.

5-Em seguida, e sempre com a ajuda da farinha, divide-se a massa em vários bocados de modo a fazerem-se bolos redondos com o diâmetro de 10 a 12 cm.

tender-e-moldar-bolo-finto

A fintar os bolos fintos!

A fintar os bolos fintos!

bolo-finto-em-massa

6-Colocam-se em tabuleiros, deixam-se levedar um pouco e cozem-se em forno forte.

Uma equipa extraordinária... amigos queridos!

Uma equipa extraordinária… amigos queridos!

6-À medida que os bolos forem saindo do forno, pincelam-se com ovo batido.

bolo-finto-sair-do-forno

Eu comi um bolo numa tarde, mas aqui em casa há quem tenha comido um bolo numa dentada!

A receita foi retirada do livro que há em casa de todos os portugueses, na página 255 – Bolos de Festa de Alpalhão.

E ainda me falta mostrar-vos a Boleima de Maçã!