“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).


18 comentários

Peixinhos cor de laranja

Escrever cartas foi uma das minhas resoluções para 2014.

Fui adiando e assumo já que não é fácil.

A velocidade dos dias não se coaduna com esta pausa à secretária que se quer inspirada e prazerosa.

Talvez seja falta de hábito.

Passamos horas a ler e a enviar emails, mas falta-nos tempo para uma carta anual.

Um email permite distrações e interrupções; um postal manual exige brio, dedicação e calor.

Quero acreditar que vamos entrar no ritmo e que muitos amigos vão encontrar na caixa do correio cartas mais coloridas do que as frias facturas.

Este foi pintado e cortado por nós e leva as nossas mãos a uma pessoa a quem eu escrevia cartas anualmente, a minha ama Teté.

Postal grande

E eu descobri que das mãos da Beatriz nascem peixinhos cor de laranja!

Postal aberto