“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).


2 comentários

Remoçar

Os 40 são muito inconvenientes.

As costas doem, a resistência é outra (noites a dormir pouco levam semanas a recuperar…), a memória atraiçoa, os cabelos brancos e a pele testemunham a passagem do tempo.

Felizmente, a cabeça ainda mantém alguma irreverência… sensivelmente até às 21:00h!

De repente, os vestidos super ameninados, que eu sempre adorei, parece que destoam.

As florinhas e os folhinhos também têm de ser q.b. para não parecer que assaltei o armário da Beatriz.

O que voltou foi a franja; tem de se ameninar de alguma maneira, se não ainda me confundem com uma respeitável senhora de… 40 anos.

Fiz esta.

Mas adorava ter cabelo liso para esta mini-franja.

Ou para esta.

Mas tenho de me contentar com estas mais compridas… e mesmo assim à custa de escova e secador: ninguém disse que “ameninar” não dá trabalho.

E quem me dera que a minha ficasse assim sossegada…

Encaracolada só fica mesmo gira na Sheila.