Frasco de Memórias

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).


5 comentários

Coração

Quando mudámos para Estremoz, para além de todas as preocupações próprias de quem muda para outra cidade a 300km, não parei de pensar nos meus gatinhos.

Numa primeira viagem, não consegui trazê-los e valeram-nos/lhes a D.Adélia, de manhã, e a minha Mãe, ao fim da tarde.

Levavam-lhes alimentos e carinho, mas eu sabia que eles estavam habituados a outras mordomias que eu nem sempre conseguia evitar…

gatinhos na cama

Felizmente não estava sozinha e a minha Mãe andava a pensar que estes gatinhos mereciam mais do que duas visitas diárias.

A D. Vitalina gostava de ficar com o Tito.

tito

Pensando bem, até poderia ficar com a Tita, também.

titos

E os dois irmãos já tinham uma casa cheia de afecto que os recebia.

E eu lembrava-me da Pretinha das meias brancas, a única separada dos irmãos, quando a D.Vitalina disse:

-E a pobre da irmã fica sozinha? Nem pensar. Também fica comigo!

Pretinha

Preciso de dizer como fiquei feliz?

Não podia ser melhor: os três gatinhos juntos, numa família que tem condições e vontade de ficar com eles!

E eu cheguei à conclusão que admiro muito as pessoas que colocam o coração à frente das suas conveniências…