“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).


5 comentários

Leve

Cá em casa já chegámos à conclusão de que temos de pensar todos os dias no nosso peso.

De outra forma, ficamos gorditos.

Adoptamos estratégias diferentes.

Eu prefiro fazer 1000 experiências e encontrar soluções saudáveis.

Até para os gelados!

Gelado de pêssego super light

Com 0,5 kg de pêssego (pesado depois de descascado e descaroçado);

4 colheres de sopa de açúcar de coco (mas podem ser 2 colheres de mascavado ou amarelo);

2 colheres de mel;

700g de iogurte grego sem açúcar;

12 bolachas Maria;

50g de chocolate em barra.

Bato o iogurte como se se tratasse de natas (o efeito psicológico começa logo aí);

adiciono o açúcar e o mel;

e o pêssego bem triturado.

Coloco numa taça que suporte temperaturas negativas.

Por fim, polvilho com a bolacha e o chocolate triturados na “1,2,3”.

Vai congelar, mas deve ser retirado meia-hora antes da refeição, pois como tem muita água e pouca gordura é mais duro do que o gelado de natas.

É tão bom como um gelado “a sério”?

Não, mas disfarça muito bem.

A bolacha adoça-o um pouco mais e cria uma textura apetecível.

A grande vantagem: pode comer-se todos os dias!