“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).


21 comentários

Vidros

Sábado de manhã é dia de mercado em Estremoz; e de feira de velharias.

Há algum tempo que precisávamos de uma jarra para a água, mas não encontrava nada suficientemente bonito e prático que pudesse ser usado todos os dias.

Quer dizer, no supermercado é capaz de haver muitas jarras, mas não são tesourinhos.

Até que encontrei uns vizinhos da Marinha Grande a vender na feira de Estremoz.

Para além de ter achado graça ao facto da minha noção de vizinhança se ter alargado muito nos últimos meses da minha vida (estes senhores vivem a 70 km da Figueira da Foz), encontrei tantos vidros bonitos que foi difícil vir para casa só com a jarra.

jarra