“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).


5 comentários

Licoreira da Villa

“Sábado sem Mercado nem é Sábado!”

É bom encontrar as mesmas pessoas e construir relações:

Com a D. Florentina das hortaliças… e das ervilhas de quebrar que comprei na semana passada!

Sempre com umas laranjas doces para a Beatriz levar no seu carrinho!

(As ervilhas da fotografia são normais).

ervilhas Mercado de Estremoz

Com o senhor dos queijos que oferece sempre umas grandes fatias à Beatriz.

queijos Mercado de Estremoz

É bom ver que há um lado pitoresco nos locais que, felizmente, ainda não se perdeu.

mota 3 rodas

É bom ver hábitos que não são os nossos mas que fazem parte de “viver em Estremoz”: farturas ou brunhol!

farturas mercado de Estremoz

E é muito bom ter surpresas destas!

Licoreira da Vila Borba

A Licoreira da Villa!

Licoreira da Vila no Mercado Estremoz

Licores bons de quem sabe o que faz, de quem já trabalhou numa adega, de quem fez uma recolha de receitas pelas tabernas de Borba… de quem tem bom gosto!

São licores translúcidos e muito perfumados que me conquistaram: a mim que não era uma apreciadora de licores e a todas as pessoas que os provam e se tornam reincidentes!

Com uma pedra gelo são a melhor companhia das noites preguiçosas do quintal!