Frasco de Memórias

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).


8 comentários

Café

Cappucino Miles Hyman

O café das 9:30h é vital:

os corredores fecham-se, escuros e ansiosos, até que desço as escadas e chego ao bar.

A D.Fátima traz-me o café.

Eles bebem sumo de máquina e pedem croissants.

São jovens, são muitos, falam, riem, tocam-se e, às vezes, abraçam-se.

Como nos anos 80, em qualquer liceu, continua a haver grupos populares,

continua a haver os que estão mais isolados, com ar meio abandonado,

continua a haver cabelos apanhados e brincos compridos com sweat a mostrar uma tira de pele na cintura,

continua a haver cabelos eriçados e baços com camisolas largueironas.

Acho que é capaz de haver mais cabelos brilhantes e calças justas do que nos anos 80.

Há, definitivamente!

A pressão para serem sexys é incontornável e começa logo aos 14 anos.

Nos anos 80, só tínhamos de ter estilo…

São mais vaidosas, mais bonitas, maquilham-se e sacodem muito o cabelo, exuberantes.

Belos anúncios…

E eles olham-nas, conversam com elas e também entre si.

Eles estão vaidosos e perfumados.

Tocam-se outra vez.

Parecem soltos e descontraídos.

E eu olho-os e gozo cada momento em que estou só, fora de cena, a desejar que aquela energia fulgurante e o  brilho nunca se acabem.

-Obrigada! Estava óptimo o café!

 

Parece que o pastor Kaldi, que viveu na Absínia, Etiópia, há cerca de mil anos, viu que as suas cabrinhas ficavam alegres e saltitantes sempre que mastigavam uns frutos amarelo-avermelhados.

Kaldi falou com um monge da região, que decidiu experimentar o poder dos frutos e, depois de fazer uma infusão, percebeu que a bebida o ajudava a resistir ao sono.

organic coffee

O café foi cultivado pela primeira vez em mosteiros islâmicos no Yemen.

Chegou à Europa por Constantinopla e, finalmente, em 1615, conquistou a cidade de Veneza.

Alguns clérigos sugeriram que o produto deveria ser excomungado, por ser obra do diabo.

(As tentativas de excomungar o café e a decisão do papa de batizá-lo, no início da Idade Moderna, podem ser explicadas pela associação entre o produto e a Península Árabe, região de predomínio da religião islâmica, considerada demoníaca pelo clero católico.)

O papa Clemente VIII (1592-1605), contudo, resolveu provar a bebida. Gostou do sabor, decidiu que ela deveria ser batizada para que se tornasse uma “bebida verdadeiramente cristã”.

 

Entretanto, abriram numerosas casas de café: os clientes acomodavam-se em estrados almofadados chamados sofás.

Conversavam, liam, discutiam e jogavam enquanto esperavam e bebiam o café.

O êxito dos novos espaços conviviais estava também ligado a circunstâncias como o baixo preço de uma taça de café, a possibilidade de entrar e sair livremente, a oportunidade de contactar com pessoas para cuja convivência outro pretexto faltaria.

 

O final de sucesso desta história todos conhecemos bem!

O meu irmão defende a ideia de que a Europa evoluiu intelectualmente quando começou a substituir o álcool, um sedativo, pelo café, um estimulante.

Quanto a mim, fico assim!feliz com café Miles HymanImagens do meu ilustrador de 2016, Miles Hyman.


6 comentários

Miles Hyman

A minha amiga Fernanda mostrou-me Miles Hyman e é já o meu ilustrador fetiche de 2016.

Esta afirmação logo nas primeiras semanas do ano diz muito sobre o meu carácter…

Bem, neste caso, acho que diz bem!

A LeitoraA leitora

 

Femme Fatale

Femme Fatale

A leitora Miles Hyman

Miles Hyman

LisboaLisboa

 

Julia Morgan

 

Jennifer Egan

 

Acontece-me entrar no site de Miles Hyman e ficar embriagada com o ambiente destas personagens.

Retifico: apetece-me ficar a viver como estas personagens.

Num ambiente de BD.

Vou ali de vespa e já volto!

Vespa

Em 2013, foi Nikki MacClure !

Em 2015, foi Phoebe Wahl!