“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).


11 comentários

Lilás

A D.Olinda vê muito bem.

Surpreende-me, sempre, com ofertas que me enchem de satisfação:

-Trouxe-te um poejo das valas!

DSC01582 Paint

E eu passei o Verão encantada com as flores do poejo.

E da hortelã.

DSC01608 Paint

Como é que uma flor tão delicada, para além de conter propriedades calmantes e digestivas, ainda é um regalo para o palato e para os olhos…


3 comentários

Entusiasmo

A minha Mãe nunca gostou de cozinhar, mas sempre gostou de ver nascer os ingredientes que depois vão para a cozinha.

A minha Mãe não gosta de ver televisão, mas gosta muito do Jamie Olivier.

Uma desconfiança minha: do que a minha Mãe gosta mesmo é da quinta do Jamie Olivier…

Aprendeu, com ele, que existe uma paleta de cores (e sabores), nos alimentos, até aqui desconhecida.

Qual não foi o meu espanto quando apareceram no nosso prato estas gotas amarelas.

DSC02315

Combinam, na perfeição, com os vulgares (mas sempre bonitos) tomates cereja vermelhos.

DSC02392

O desejo de aprender, de experimentar, de ser surpreendido, rejuvenesce-nos.

É o que acontece com a minha Mãe.