“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).


Deixe um comentário

Salame de alfarroba

A Dina é Mãe do meu querido … sobrinho-neto (!!!) e pediu-me para partilhar algumas receitas.

Fiquei atrapalhada, porque me sinto uma principiante perante a minha família do Alentejo.

Quer dizer, exceptuando as compotas, as bolachas as granolas não alcanço muito crédito na cozinha.

Talvez sejam inseguranças de quem não sabe fazer um bom cabrito assado ou umas migas alentejanas…

Desta vez, fui para casa da Dina aprender a fazer o seu delicioso salame de alfarroba.

salame de alfarroba fatia

Para mim, que não sou fã número 1 de salame de chocolate, este salame é uma opção muito mais leve e sem enjoos.

Para além de ter sido uma tarde muito bem passada – eu adoro vasculhar as cozinhas das outras pessoas e perguntar acerca de tudo – experimentei um robot de cozinha que me tentou… e conversámos, conversámos,…

Ingredientes:

160g bolacha Maria

1 ovo grande (ou 1 ovo normal e 1 clara)

90g de açúcar louro

100g de manteiga

50g de farinha de alfarroba

1 colher de chá de canela

  • Partir as bolachas. Reservar.
bolachas partidas
  • Juntar o ovo, o açúcar, a manteiga, a alfarroba e a canela e colocar na máquina 3 minutos, a 70ºC, na velocidade 1.
açúcar e manteigaprogramando o robot
  • Juntar as bolachas e programar 1 minuto, à velocidade 1 1/2.
  • Mexer com a espátula.
  • Colocar o preparado no papel vegetal e formar um rolo bem apertado.
enrolando o salame
  • Fica no frigorífico até endurecer.

salame de alfarroba

Para mim, resulta melhor como parte de um lanche guloso do que como sobremesa!

E para que conste estou absolutamente disponível para frequentar cozinhas alheias…