Frasco de Memórias

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).


2 comentários

I´VE BEEN THERE

Conversas secretas:

-Não achas o B.  muito giro?

-Sim…

-Não o achas mesmo irresistível?

-Sim…

-Não achas que é o homem mais giro da cidade?

-Hum… se calhar, é.

-Que entusiamo! Nem num fim-de-semana?

-Um fim-de-semana inteiro? A partilhar a intimidade de acordar de manhã na mesma cama? Não!

4-C2-A9HannahLemholtPhotographyBlack02TAndF[1]

“I´ve been there!”

É uma expressão sem tradução.

Só o contexto transmite todas as suas matizes.

É muito solidária, quando só é preciso um abraço.

Já aí estive!

Ou transmite a ideia de evolução:

Já aí estive e aprendi.

 

Decididamente, falta-me a paciência para contemplar uma pessoa que tenha uma cara ou corpo bonitos ou que até possa ser rico do ponto de vista intelectual,

mas que se distraia a praticar a sedução.

Este último ponto, geralmente, inquina o possível interesse do seu autor.

 

O final desta conversa secreta:

-Para além disso, o B. tem uns pés tão feios! Já viste o que é passar um fim-de-semana com aqueles pés?

-Os pés?! Feios?! Como é que sabes?

-Ora… vi-o de chinelos no Verão.

Nada irresistíveis!

 

A verdade é que este é o meu método para eliminar qualquer tipo de tentação vã – pés feios, ar de  Rato Mickey, sorriso palerma, …

É uma estratégia.

A imagem é do blog Dustjacket.