“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).


Deixe um comentário

Viajante

As crises empobrecem-nos:

a carteira, os sonhos e o espírito.

Digital StillCamera
  Viajar leva-nos a outras geografias: do planeta e da nossa alma.

Observamos os outros e observamo-nos.

Regressamos e reencontramo-nos.

Portofino

Estas fotografias são do tempo em que fazíamos viagens anuais.

Digital StillCamera

São do tempo em que dizíamos:

-We have expensive taste, but no money.

Mas íamos e  descobríamos mercados locais inesperados.

Veneza mercado local

E roupa estendida na corda que nos recordava as nossas origens latinas.

Veneza roupa estendida

Agora, todos percebemos que nunca viveremos fora da “crise” que inventaram para nós e que o melhor é ir vivendo e viajando!

As memórias das viagens talvez sejam mesmo a melhor herança que deixaremos aos nossos filhos!

Assim, retomámos, aos poucos, o bom hábito, apesar da crise (já não nomeada), para que não nos esvaziem os sonhos!