“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Álbum de retratos

Deixe um comentário

Quando penso nos álbuns de fotografias, vem-me sempre à memória o triste “Retrato a branco e preto” de Tom Jobim.

Comecei a fazer um álbum de retratos quando a Beatriz nasceu. Um álbum repleto de “lembranças felizes do passado para bem tratar meu coração”, ao contrário do sofredor Jobim.

Entretanto os anos passaram, mudámos de meridiano e as imagens foram-se acumulando no computador, arquivadas em frias pastas numeradas.

Sete anos mais tarde, debati-me com a dificuldade de seleccionar e acabei por imprimir 500 (!) fotografias, o que é um sinal claro dos nossos tempos excessivos. Bem… e um sinal da minha incapacidade de hierarquizar o que quer que seja relacionado com os afectos.

Reviver momentos tão felizes foi retemperador. Nestas imagens, ainda vivíamos na Figueira, a Beatriz tinha dois anos e a Branquinha tinha cauda.

Mudámo-nos, entretanto, para Estremoz e comprei, na Terrugem, um álbum consentâneo com a alteração de morada.

Por enquanto, sou eu a única entusiasmada com os álbuns, mas acredito que a Beatriz irá gostar de rever-se/nos mais tarde.

Comprei ainda outro álbum mais vulgar, o que foi uma dificuldade, pois as papelarias da cidade deixaram de vender álbuns em papel.



Acredito que, no futuro, a Beatriz irá participar na construção dos álbuns e julgo que eu, quando for velhinha, vou pedir-lhos emprestados e, durante umas belas horas, rejuvenescer.

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s